Arte instigante

23/10/2019

O mosaico com logo do Movimento Viva Gasômetro (Foto: Paulo Gasparotto)

 

  • Os frequentadores do Centro Histórico costumam deparar com trabalhos de mosaico romano, isto é, obra composta por pedacinhos de pedra, barro ou vidro de várias cores. Entre eles, um com a logomarca do Viva Gasômetro, criada pela agencia júnior da ESPM, a CoDE. Trata-se do movimento iniciado em 2006 com a participação da captadora de projetos culturais Jac Sanchotene e amigos.

Jac Sanchotene, coordenadora do Movimento Viva Gasômetro (Foto: Simone Schlindwein/Reprodução)

 

  • O Viva Gasômetro busca preservar o Gasômetro e o Centro, incentivar o movimento cultural e os cuidados com áreas verdes na região e seus arredores. A original residência de Jac Sanchotene, na Rua General Salustiano, ostenta em sua fachada a logomarca do Viva Gasômetro, executada por Santa Pedebos e chama a atenção. A artista mosaicista e o marido, o jornalista Ricardo Podebos, residem no Centro Histórico e são entusiastas do movimento que, entre outras ações, realiza encontros para a prática de yoga durante a manhã dos domingos, na Praça Júlio Mesquita.
     

Três vezes Monalisa: os mosaicos espalhados pela capital são criações do grupo Mosaico Intervenção Urbana, liderado por Silvia Marcon (Foto: Paulo Gasparotto)

 

  • Os instigantes mosaicos reproduzindo Mona Lisas são de Sílvia Marcon, que coordena o grupo Mosaico Intervenção Urbana. A diversidade de materiais e coloridos é particularmente atraente nas figuras da personagem que inspirou Leonardo Da Vinci.
     

Árvore da Vida, trabalho de Leonardo Posenato e equipe para a Prefeitura de Extrema, em Minas Gerais (Foto: Leonardo Posenato/Divulgação)

 

  • A arte dos mosaicos retorna com estas e outras experiências de mestres dedicados, entre eles Leonardo Posenato. Recentemente, concluiu uma bonita Árvore da Vida, solicitada pela Prefeitura da cidade de Extrema, Minas Gerais. Agora, Posenato finaliza os trabalhos para Igreja São João Batista de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Obra feita com mármores, granitos, cerâmicas, porcelanas e ouro-mosaico. 
     

 

Leonardo Posenato durante seu trabalho para a Igreja São João Batista de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro (Foto: Leonardo Posenato/Divulgação)

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Arte de degustar

November 15, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes

November 15, 2019

November 15, 2019

November 15, 2019

November 15, 2019

November 13, 2019

November 13, 2019

November 13, 2019

November 13, 2019

November 11, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags