Whatsapp

Notícias

Arte em Kassel

A instalação Lightning with Stag in Its Glare, em alemão Blitzschlag mit Lichtschein auf Hirsch, conta com bronze, ferro e alumínio. Teve grande visitação na documenta 8, onde conheci a obra de Beuys (Foto: Reprodução)

 

# Um dos roteiros mais incomuns e repletos de situações divertidas foi minha visita à 8ª edição da documenta de Kassel, uma exposição quinquenal de arte contemporânea, realizada entre 12 de junho e 20 de setembro de 1987, na Alemanha. Depois de uma temporada em Viena, segui de trem para Kassel, que estava repleta e com hotéis lotados. Graças à boa vontade de minha amiga Evelyn Berg Ioschpe, que estava lá, consegui hospedagem no apartamento de uma simpática frau de cabecinha branca e um entusiasmo latino pelas artes. Mãe de um dos atores de sucesso na época, gostava de falar de arte e adorava a natureza. Diálogo complicado, pois lastimavelmente não falo alemão. Nossas conversas saíam parte em francês e outro tanto em inglês. Outra de suas preferências, anunciada nos primeiros momentos, eram as aves e, muito especialmente, seu papagaio de estimação. Quis conhecer o pássaro e, felizmente, consegui não demonstrar meu desapontamento. Era um papagaio africano, totalmente cinza e com somente duas penas coloridas. Outra surpresa: não me deixou tomar táxi, fazendo a neta ensinar a andar nos coletivos para chegar à mostra. Foi dos momentos mais divertidos, que me evidenciaram a beleza da fauna brasileira e o aprendizado bem sucedido de andar no transporte coletivo pela Alemanha.

 

evelynbergioschpe

Encontro em Kassel: Evelyn Berg Ioschpe esteve acompanhando a mostra (Foto: Reprodução)

 

greyparrot

O papagaio-cinzento, também conhecido como papagaio-do-congo ou papagaio-do-gabão, é da família Psittacidae, nativo da África subsaariana. Fiquei conhecendo o pássaro, tão diverso das espécies brasileiras, no apartamento da minha anfitriã (Foto: Reprodução)

 

# A 8ª documenta em 1987 também foi a segunda a ser organizada por Manfred Schneckenburger como curador. Concentrou-se em examinar a relevância social da arte no campo de conflito entre independência e intervenção. Procurou explorar os pontos de contato entre design, arte e arquitetura.

 

beuys

O artista alemão Joseph Heinrich Beuys (Foto: Reprodução)

 

beuys2

Beuys é considerado um dos mais influentes artistas alemães da segunda metade do século XX (Foto: Reprodução)

 

documenta8

documenta 8: lembrança da programação que acompanhei em 1987 (Foto: Arquivo Pessoal)

 

documenta82

No detalhe: a publicação da bienal mostrando as obras de Beuys (Foto: Arquivo Pessoal)

 

# Foi a oportunidade de conhecer a obra de Joseph Beuys, que morrera um ano antes e estava com o prestígio em alta. Apresentava sua grande instalação final, “Blitzschlag mit Lichtschein auf Hirsch”. Parecia um tanto distante em comparação com a consciência enfática de mudança do artista e poderia ser interpretada dessa maneira. Ao estender a exposição à toda a cidade de Kassel, um movimento que Schneckenburger chamou de "intervenções críticas na paisagem urbana", ele pretendia exemplificar os possíveis comentários da arte sobre os assuntos da vida pública. Ian Hamilton Finlay, um artista escocês que era também jardineiro, montou uma fileira de guilhotinas, decoradas com citações da sangrenta história da Revolução Francesa, em um eixo visual do parque barroco de Karlsaue. Combinou assim estética e convulsões sociais ao longo do eixo cronológico do século XVIII. Esses, entre muitos outros nomes das artes, estiveram presentes na mostra de Kassel, que percorri em companhia de Maria Tomaseli e o marido Carlos Roberto Cirne Lima.

 

tomaselliprg

Boa companhia: junto com Maria Tomaselli Cirne Lima tive surpresas divertidas em Kassel (Foto: Guaracy Andrade/Arquivo Pessoal)

 

guilhotina

Atração fatal: coloquei a cabeça na guilhotina e Maria Tomaselli Cirne Lima acionou a máquina (Foto: Maria Tomaselli Cirne Lima/Arquivo Pessoal)

 

# No parque Karlsaue, não resisti à tentação e botei a cabeça na guilhotina. Maria, por sua vez, fez o registro, comentando, às gargalhadas: “Vou proporcionar emoção aos que sonham cortar tua cabeça..”.

# A intensa programação para jornalista contava com encontros a respeito de arte, quando tive oportunidade de observar a boa qualificação da Bienal de São Paulo. Pude igualmente conhecer a atuante arte jovem alemã fora do circuito da documenta.

# Escolhi sair de Kassel igualmente de trem, percorrendo um trecho da Alemanha ocupada pelos comunistas. Foi o percurso mais complicado de todas as viagens que fiz até hoje, pois era obrigado a carimbar um salvo-conduto fornecido ao embarcar e que deveria estar com o registro de todas as paradas até a fronteira com Berlim Ocidental. Completamente atordoado com a experiência, que foi inesquecível pelo desconforto, escolhi descer do trem em seguida a cruzar a zona livre de Berlim. Escolhi certo: saltei junto ao Zoológico de Berlim, onde o clima era festivo por conta da volta das crianças às aulas e que aproveitavam o parque, uma das grandes atrações da capital da Alemanha.